sexta-feira, 8 de abril de 2011

Luto

Não sou mãe, mas meu coração está despedaçado. Tenho uma vaga idéia da dor que as mães das crianças que morreram lá no Rio estão sentindo e, nem posso imaginar o vazio que irá se instalar em suas vidas para sempre.

Eu não perdi meu filho lá, mas eu choro essa dor que é nossa!





Pai, tem misericórdia de nós!




6 comentários:

Gily disse...

Realmente lamentável ...

Sara Lima Saraceno disse...

Amiga, e eu que chorei horrores?? Estava sozinha com Lara-minha, em casa, ontem de noite, assistindo o jornal nacional e as lágrimas rolando... daí, a garotinha olha para mim e fala:"Não chora, mãe. Tá tudo bem, viu?!" Resultado: Chorei mais ainda!!! Deus preserve minha filha e a inocência dela... bjos
Ah, não precisa ser mãe para sentir tudo isso não, basta ter coração!

Lara disse...

Nem me fala prima, nem me fala!

Lara disse...

Sarinha,

Eu tô borocoxó com essa história. Uma das cenas que eu mais me choquei foi vendo a mãe esmurrando o carro da policia e, percebi que por mais que meu coração doa, não chega nem perto.

Que Deus guarde as nossas crianças!

Beijos

Fabi Multifuncional disse...

Eu parei de assistir pq passei mal ao ver uma mãe recebendo a notícia da morte do filho...
Minha tia perdeu meu primo (na época com 10 anos), há 9 anos atrás e nunca mais foi a mesma... Muito sofrimento...
Bjs, Fabi

Lara disse...

Fabi,

Eu acredito que não existe mãe que continue vivendo após perder um filho. No máximo ela sobrevive.
Deve ser uma dor proorcional ao amor de mãe.

Parei de ver também, porque é um sofrimento e a mídia explora até não poder mais.

Bjos