segunda-feira, 4 de abril de 2011

#wishlist: Sling

A gente mal decide engravidar e já começa a sonhar com o enxoval né? Quem precisa de um HCG reagente para começar a pensar nisso? Eu não preciso. Hahaha!

Bom, eu já comecei a pensar no enxoval do meu futuro-bebê e já comecei a fazer minha wishlist. O item que encabeça a lista é o tal do sling.
Sim, eu sei que o enxoval de bebê é feito de uma lista repleta de coisas e que tudo isso custa uma grana e tal. Tô consciente disso. Do mesmo modo que eu já sei que não se deve investir um rim direito em roupinhas caras pois o bebê cresce na velocidade de luz e perde muita roupa, as vezes nem chega a usar. Tô mentindo?

Ah, mas e porque um sling tá no topo da minha lista de desejos como futura mamãe?
Bom, muito provavelmente não terei empregada fixa. Não gosto, tira minha privacidade e sei lá estraga muito as coisas (e eu amo cada coisinha da minha casa, cada copo, talher...). Eu digo provavelmente porque né, eu tô falando do que não sei, mas vamos esperar para ver.

Muito antes de decidir engravidar eu já fuçava a blogsfera materna e vi muitas vezes as mães falando do tal do Sling. Meu primeiro intem de consumo "mamãezístico"
  • O Sling: 
A primeira vez que ouvi falar de "slingar" eu fiquei alucinada. Achei a idéia fantástica, não só porque permite um melhor contato mãe e filho, mas principalmente por você poder carregar o seu neném e ter as 2 mãos livres AO MESMO TEMPO. Não é legal isso? (mamães de plantão, digam se não é importante ter AS DUAS MÃOS LIVRES enquanto você carrega o bebê?)

Vejamos uma situação: Você tá em casa, sem diarista/marido/sogra/mãe . Tá sozinha com seu neném de, sei lá, 4 meses. Ele tá acordadinho enquanto você tá preparando o almoço e PÁ percebe que acabou algum ingrediente importante, como o sal (comida sem sal nenhum não rola né?). O que você faz para ir ao mercadinho da outra rua? Você SLINGA! Amarra o neném e vai lá no mercado, compra e volta. E se o neném chorar, você pode nina-lo com uma das mãos.
Muito melhor do que armar o carrinho, descer com o carrinho...tentar ir andando com o carrinho nas calçadas, caindo com o carrinho em buracos até...ufa...chegar no mercadinho. Olha o sofrimento?

Ou então, naqueles dias que o bebê tá chatinho, com cólica, chorando só querendo ficar no seu colo. Seus braços estão pedindo penico...o que você faz? Coloca o bebê no sling e vai ser feliz!
Exitem vários tipos de sling  e cada um pode ser usado de formas diferentes e até idades diferente também.


  •  Sling de Argola
papais também slingam...
A tradução literal de sling é Tipóia. Um longo pedaço de tela que passa por sobre o ombro e o lado oposto da bacia e se ajusta entre 2 argolas.  A possibilidade de ajustar o tamanho permite que pessoas de diferente porte possam utiliza-lo.
Se ajustam facilmente. As posições de uso são as mesma que no Pouch: de frente, lado e atrás e as mesmas variações na posição do bebê.


  • Wrap Sling 

 
 Um pedaço de tecido de entre 3 e 5m, que se amarra a redor do corpo da pessoa que carrega.
Existem varias maneiras de utilizar o mesmo e se distribui sobre os dois ombros, formando um bolso para o bebê.
É muito confortável e suporta bebês de todos os tamanhos. Permite a amamentação e é muito versátil, podendo ser usados na frente, lado ou atrás. O bebê pode ser colocado e retirado facilmente.
O wrap sling permite maior contato pele a pele, (no sling com argola ou pouch você ainda tem uma camada de tecido entre você e o bebê, no wrap não). Por isso ele é recomendado para o método mãe canguru com prematuros e para recém-nascidos. Ele garante uma posição ergonómica e segura bem as costas e cabecinha do bebê, também durante o sono.


  • Pouch Sling

A palavra Pouch vem do inglês e sua tradução literal é bolsa.
É basicamente um longo aro de tecido, dobrado no meio, o que cria uma espécie de bolsa para o bebê.  Se usa sobre um ombro e o lado oposto da bacia. Pode ser fabricado com tecidos levemente elásticos. Alguns modelos são ajustáveis para que pessoas de diferentes tamanhos possam utiliza-lo. O sistema de ajuste geralmente consta de fechos (zippers) ou botões.
São de uso muito simples e o bebê pode ser amamentado quando está no Pouch. É muito versátil já que pode ser usado com bebês de todos os tamanhos, inclusive com recém-nascidos. também pode ser utilizados de diversas maneiras: na frente, de lado e atrás e com variações na posição do bebê: deitado ou na vertical.



  • Canguru tipo mochila  


Estes carregadores funcionam como uma mochila, com alças sobre os dois ombros e uma alça na cintura. Pode seu usado de frente, lado e atrás e mantem o bebê sentado em todo caso. São bons para carregar bebês de maior tamanho, de uso simples e pode ser usado por pessoas de diversos tamanhos. É importante destacar que existem muito modelos onde as pernas do bebê não estão em posição fisiológica, o que afeta o desenvolvimento da bacia. Para que não seja assim, o carregador devem manter as pernas inclinadas com os joelhos um pouco acima da altura do bumbum, e não simplesmente penduradas.




***
De todos os que eu mais me interessei foram o de argola e o wrap. Parecem ser mais confortáveis e permitem várias posições tanto para carregar quanto para posicionar o bebê.


Agora eu quero saber das mamães ou das futuras mamães qual a opinião de vocês sobre o sling? Vale a pena investir?




*Essas e outras informações eu encontrei nos sites do Slingando e no Baci Baby!


20 comentários:

Adriana Barretto Bomfim disse...

Larinha,
não tenho sling,tenhoo canguru q usei algumas vezes,pq Leti não gosta de ficar na mesma posição por muito tempo...
com relação a empregada,acho q vc mudará de ideia,viu?
bj

Jessica disse...

oi Lara!! Recomendadíssimo o sling... principalmente p sair com seu bebe! Agora, nao compre este aqui http://potencialgestante.com.br/wp-content/uploads/2010/01/estruturado2.jpg

Eu comprei, eh ate legal no inicio, mas vc perde logo pq o bebe vai ficando grande e ele nao regula de acordo com o tamanho da criança. Bjo!

Buscando a maternidade ... disse...

Tenho diarista 2X na semana, qdo engravidar devo aumentar para 3X e depois q pari, todos os dias e se possivel q durma 1 dia. rsrs É muita coisa, dá cta de tudo é quase missão impossivel. rsrs
Acho q durante a gestação vc irá mudar de idéia!!rrs

Qto ao sling não é um item q tenha me chamado atenção ao pto de adquirir. Sei lá, acho q deve ser desconfortável para o baby, tenho a sensação q o bebê pode cair a qualquer momento. Maluquices de minha cabeça!! rsrs

Agora q é gostoso ficar pensando em cada coisinha do baby, isso é!! srrs

bjos,

Lara disse...

Dri,

Realmente, acho que o tipo canguru é o tipo que tem menos opções de posição para o bebê, né?

E quanto a empregada... ai isso é o que tá mais me preocupando. Vixe, mas vou deixar para me preocupar quando chegar a hora.

Hahaha!!!

Beijos

Lara disse...

Jéssica,

Obrigada pela dica. Vou pesquisar bastante antes de comprar, mas vou guardar sua dica.

Como tá o baby?

Beijocas

Lara disse...

Elminha,

Depois que engravidar, vou começar a com uma diarista e usar os 9 meses de experiência para ver se me adapto...hahaha!!!

Mas, eu tenho consciência de que pelo menos 3x nas semana eu vou precisar.

E quanto ao sling...eu acho que se você souber amarar direitinho o bebê não cai não. =P

Beijos

Anne disse...

Não sei se eu tenho direito a voto já que estou muito longe de engravidar... afinal preciso antes de um marido!!! hahahahaha... mas eu quando penso nesses sling... eu sempre pensei no canguru!!! Eu gosto de mochila!! hen...

E um dia desse eu fui num niver que tinha um pai com um pouch sling desse da foto!!! Parece ser a coisa mais confortavel do mundo!!! Passou o niver todo dormindo na maior tranquilidade!!!

De qualquer forma... passando aqui só pra dizer que estou na torcida!!! E que eu gosto de dar sapatinho de presente!!! Hehehe... =P

Pode esperar... =D

Cris e Marcelo disse...

Larinha!! Leu meus pensamentos!!! rs...

Estou pensando em comprar o sling...acho um máximo essa idéia de poder fazer tudo, com o baby juntinho!!!

Beijocas!

Sara Lima Saraceno disse...

Larinha, eu nunca quis um sling, pois, só de olhar, me dá calor...hauahauaha!! Mas conheço váaarias pessoas que usaram e se adaptaram super bem!!
Canguru eu comprei, mas não usei!! Fiquei enrolando e quando resolvi testar, Lara já estava grande demais...rsrsrs!!

Empregada??? Essencial se vc quiser continuar a ter vida depois dos filhos... mas, depois vc adapta à sua real necessidade!

Bjuus
E que a D. Cegonha não demore em aparecer!

Notícias Minhas disse...

Larinha,

Vc vai se adaptar, sim. Os 9 meses será bom para vc se adaptar e encontrar uma q se adeque a seu perfil, a sua rotina, pq hoje em dia, está cada vez mais dificil encontra boas profissionais do lar. rsr

Talvez amarrando direitinho rrs,vou tentar olhra com outros olhos. ssrsrr

bjos,

Paloma disse...

Vou herdar um sling novinho :)
minha cunhada comprou e não usou, espero que eu me adapte!

quanto à empregada, penso como vc. tenho uma diarista 2x na semana e vou reduzir para 1x. mas vou ter uma babá de segunda à sexta e eventualmente aos sábados - sem dormir!!!! minha privacidade não tem preço!

ademais, essa cultura de ter empregada em tempo integral é herança de nossa colonização tupiniquim! nos outros países não é assim e todo mundo se vira :)

beijocas

FláviaBGS disse...

Pois é, como Paloma disse, nos outros países não tem essa cultura de ter empregada/diarista assim como nós... só gente muito rica é que tem...
Por causa disso, e como não me enquadro na categoria das muito ricas, vou ter que aprender a ser mãe e dona de casa SOZINHA!
Hj eu não sobrevivo sem uma diarista, mas essa mordomia tem prazo de validade: 1 de agosto de 2011, quando me mudarei.
Isso me assusta um pouco, mas ao mesmo tempo eu penso que será uma ótima experiência! :)
Acho que a gente consegue sim! Com suor e lagrimas, mas conseguimos e logo nos adaptaremos.
bjs

Lara disse...

Anne,

Mulher, você é tão mãe quanto eu...hahaha... Experiência zero!

E pode vir aqui dá pitaco viu?

Eu também tenho esse impressão de que deve ser super confortável! Tô bem tentada a adiquirir um!

Beijocas

Lara disse...

Cris,

Também amo a idéia! Acho que vou ser daquelas mães que vão viaciar os filhoes no colo...hahahaha!!!

Beijocas

Lara disse...

Elminha,

Pois é vamos repensar...eu sobre a empegada fixa e você sobre os sling!

Que tal? E daqui a nove meses (com fé me Deus) voltamos aqui para ver o que decidimos. Combinado?

Hahahaha!!!!!


Beijos!

Lara disse...

Sarinha,

Tomara mesmo que a D. Cegonha dê as caras por aqui bem rapidinho viu?

Eu espero me adaptar ao sling pq eu gosto de tudo que facilita a minha vida...e o sling é uma mão na roda!

Talvez no incio realmente eu precise de uma empregada fixa, mas epero conseguir dar conta junto com Bruno.

Mas ter uma empregada todos os dias não é uma idéia que me agrada. Não vou mentir.

Beijocas

Lara disse...

Loma,

Eu não cresci tndo empregada em casa. Minha mãe sempre me ensinou a fazer as coisas em casa, todo mundo tinha suas terefas e pronto. Quando casei não sofri para dar conta da minha casa.

Além do mais eu tenho o maior prazer em cuidarda minha casa.

Vamos em frente...por enquanto minha idéia é ter só uma iarista mesmo...

Beijocas

Lara disse...

Flavinha,

Tenho ceteza que você vai e adapatar. Se pensar que existem tantas mulheres que conseguem poque nós não, né?

Beijos!

Jordana disse...

Ainda não sou mãe, mas tem coisa mais gostosa que ter seu bebê juntinho de vc? Poder ficar com ele em bem pertinho, em vez de deixar em uma incubadora fria e sem calor humano? Pois é. O método mãe canguru proporciona exatamente isso. É muito usado para bebês prematuros ou com baixo peso, mas até os bebês mais saudáveis podem se beneficiar dos slyngs das mamães canguru.

Quero aproveitar e deixar uma dica para as mamães:

http://bit.ly/aOew80

Lara disse...

Jordana,

Obrigada pela visitinha!

Beijos