sexta-feira, 31 de agosto de 2012

8 meses.

Eu fiquei de voltar e não voltei. Tô chegando com 1 mês de atraso e já que estamos aqui vamos lá. Os pequenos completaram 8 meses (todas grita "Jááááá´???" Então, JÁ!) e só agora eu me peguei fazendo as contas e, vejam só, faltam QUATRO meses para o primeiro aninho dos pequenos. Botei a mão na cabeça. O que fazer? Não sei. Sei que não vou fazer. Não faremos festão em casa de festa e tal e coisa por motivos de comprei uma casa-tô mobiliando-tô devendo as caçolas-não tenho"monei" no bolso... então vai rolar festinha basiquinha em casa, NOVA diga-se de passagem, mesmo. 

Botei a mão na cabeça de novo. Meu Deus, como eu vou fazer algo bonitinho e legal se eu sou canhota de nascença? Ou seja, uma aberração em trabalhos manuais e afins?
Oremos! Vamos ver o que é que sai.

Maaas, voltando aos pequenuchos coisas-linda-de-mãe, aos 8 meses eles já batem palminhas \0/ , atendem pelo nome, engatinham, andam segurando nos móveis, já comem quase tudo (só não tive coregem de dar ovo ainda, mas na próxima consulta eu vou perguntar ao pediatra), já tem paladar proprio e não é tudo que eles topam comer, estão super danadinhos bulindo em tudo que vê na frente e que estiver ao alcance de suas  mãozinhas. Mas, o melhor de tudo desse mês é que eles não param de falar, falam  um monte de sílabas, mas é só me ver que disparam o tão lindo "mã-mã"... todasgrita-todaschora-todassiemociona!!! Para mim esse foi o grande marco dos 8 meses (porque será, né?! )

A casa está pronta e linda \0/. Agora estamos colocando os box, os espelhos e o gesso dos banheiros, o corrimão da escada e da sacada, as luminárias e toda essas coisinhas que costumam deixar a gente falida feliz! A mudança tá "agendada" para o dia 15/09 mas cadê a coragi? Eu entro e saio, vou e volto e não consigo arrumar um garfo numa caixa, porque a preguiça não deixa. hahaha! Tá dificil a coisa aqui.

E no meio de tudo isso tem a faculdade. Mas, felizmente a faculdade tem sido o menor dos meus problemas. Na verdade tem sido minha válvula de escape, na faculdade eu posso conversar com pessoas da minha idade (ou quase) e de assuntos que não envolve bebês, papinhas, fraldas...Tenho aula 3 dias na semana a tarde.

Armei um esquema com minha sogra e minha mãe que elas vem para cá e ficam nos 3 dias que eu tenho  aula e ainda me ajuda a supervisionar a babá e a diarista que tb  ajuda com os meninos.  Nas primeiras semanas os meninos sentiram um pouco a minha falta e quando eu chegava em casa os dois só queriam a "mã-mã" aqui! E haja fôlego para encarar duas fofuras carentes de denguinho de mamãe.

Acho que é isso!

=*



3 comentários:

Adriana Barretto Bomfim disse...

é isso ai,esse primeiro ano passa rápido,viu? mas achei q o segundo passa mais rápido ainda!
tb sou péssima em trabalhos manuais,mas vc pode comprar muita coisa boa de aniversário nas lojas,aqui em ssa tem le biscut,bazar do valter e a rua paraiso q dizem ser um paraiso de coisa BBB pra niver infantil!!
dei ovo a Leti com 6m,para ela poder tomar a vacina da gripe e hj ela ama ovo!
delícia ouvir o ma-má!
nem me fale de gastos com mudança,ano q vem meu ap entrega!
não disse a vc q era bom voltar pra faculdade?!! espairecer,conversar outros assuntos q não sejam relacionados a bbs!higiene mental!
bj

Carol Oliveira disse...

Nossa Larinha, passou rápido mesmo, mas eu que o diga, meu Benjamin já caminha para o 3º mês e eu ainda me vejo já, ainda não aprendi tudo rsrs. Apesar do trabalho, mas é uma fase tão gostosa, cada dia uma surpresa e uma novas descoberta. Que Deus continue abençoando seu pequeninos!!!
Ah!! veja esse blog, é muito bom com coisinhas para festa, é só imprimir e criar. Usei nas lembrançinhas de nasc. do Ben e ficou bem legal.

http://fazendoaminhafesta.blogspot.com.br/

Bjs

Fabi Multifuncional disse...

Larinha, o tempo voa mesmo! Essa fase q eles já interagem é uma delícia! Tenho dado boas risadas com Lipe tb e com as tiradas de Fabinho em relação ao irmão!
Eu bem sei q se dividir para dois não é fácil, mas tem horas q a gente se sente a pessoa mais importante e mais amada desse mundo, né não? Uma delícia!
Bjão, Fabi